Citação
0

Pulsa de tão cálido
Expande, mas contrai de tão rígido
Vibra de tão colorido
De orgulho parece tímido
E até me puno, por deixar mal resolvido
Mas à medida que tornar-se lúcido
Só de amor vou vestido

Já foi utopia, mas sei o que acredito
O amor transcende, é magia
De ilusão me abdico
De meditação mantenho a harmonia
Recorro sempre à mãe gaia
Busco o que é da terra, fya
Para não torne-se esquecido

É um homem, amigo e irmão
Em você eu me reflito
Calmo, me traz paz
Mas no fundo sinto algum aflito
Mostra que o homem pode tudo
Luta por teu livre arbítrio
E se for falar o que sinto
Da sua boca, seu toque, olhar…
Me limito a dizer: Amor bendito!

Mas sempre agradeço por ter te conhecido
E com entrega sigo em gratidão
O aprendizado às vezes parece acido
Mas dessas coisas eu não exijo razão
Sinto e do amor faz-se entendido
Para mais uma lição

Tudo o que te digo parece rápido
É falo porque te respeito e admiro
Porque realmente posso te chamar de amigo
Porque tudo isso que sinto às vezes não faz sentido
Porque é no que me ligo

Mas continuo no passado, mesmo quando sigo…
Se tanta coisa não tivesse acontecido
Se não houvesse ao redor perigo
Se a gente não tivesse sofrido,
Se não houvesse doído,
Se o mundo fosse um abrigo
E nada disso tivéssemos vivido,
Você não estaria aqui comigo?

Cibeli Menezes (08/11/2011)

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s