Um tanto quanto pessoal

Quando escrevo me imagino como um personagem de Edward Hopper, sentada no Phillies, e escrevo como se as palavras colocadas no papel possam ser queimadas e retiradas do pensamento e do coração. Peço como se fosse uma oração que tudo isso que se queima quando escrevo saia do meu coração e me ensine sem ego, sem mágoa a encontrar meu caminho, a encontrar a pureza e a viver plenamente em amor.

Decidi tornar este blog um tanto quanto pessoal, pois acho estranho dividir o que sou do que é meu trabalho. AMEOPOEMA é essencialmente uma forma de me expressar, antes de ser um projeto, portfolio ou qualquer coisa assim, então relaxe, se você achar que caiu em um conto de fadas (ou uma novela mexicana) ao ler o AMEOPOEMA é só eu mesma que sou mil influências e sentimentos me expressando.

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s